Advocacia Ferreira Castro

  • Cobrança Judicial
  • Cobrança Judicial
  • Cobrança Judicial
  • Cobrança Judicial
  • Cobrança Judicial
  • Cobrança Judicial
  • Cobrança Judicial
  • Cobrança Judicial
  • Cobrança Judicial

Cobrança Judicial

São dívidas declaradas por atos judiciais.

Exemplo: Você vendeu um bem, mas nunca fez um contrato e o devedor acha que não precisa pagar. Então você entrou com um processo e provou que ele te devia. O Juiz deu uma sentença dizendo que ele precisa te pagar.

Essa sentença é um título judicial. Para receber você terá que ajuizar um processo de cobrança de título judicial onde vai cobrar essa pessoa.

Somos especializados em cobranças judiciais, a fim de que seja garantida a defesa apropriada de seus direitos, visto que o devedor se recusou a satisfazer seu débito através dos meios usuais.

  • Cobrança judicial de cheque sem fundo;
  • Cobrança judicial de duplicata;
  • Cobrança judicial de nota promissória;
  • Cobrança judicial de letra de câmbio;
  • Cobrança judicial de debênture;
  • Cobrança judicial de sentença judicial;
  • Cobrança judicial de formal de partilha;
  • Cobrança judicial de sentença arbitral;
  • Cobrança judicial de sentença estrangeira;
  • Cobrança judicial de contrato de hipoteca;
  • Cobrança judicial de contrato de penhor;
  • Cobrança judicial de contrato de anticrese e caução;
  • Cobrança judicial de contrato de seguro de vida e de acidente pessoais;
  • Cobrança judicial de contrato de locação;
  • Cobrança judicial de compra e venda;
  • Cobrança judicial de contrato de arrendamento;
  • Entre outras cobranças judiciais.